Páscoa no Rio

Enfim, vinte dias depois, vim contar sobre minha páscoa no Rio de Janeiro.

Que eu adoro viajar e conhecer o Brasil,  nunca foi segredo. Estive no Rio em algum réveillon há uns dez anos, mas voltar agora foi uma experiência diferente e especial.

Apesar de não contar com a companhia do meu namorado mais lindo do mundo e dos meus amigos mais próximos, estive com amigos de outras viagens: Patrícia, Bruna e Claudinha. Ficamos amigas em uma viagem pra Brasília e são pessoas muito especiais.

69460_606837246010599_1126970283_n
O objetivo era conhecer o Rio da forma mais intimista possível, incluindo claro, os pontos turísticos mais populares também. Recrutamos o Vlad, um fluminense simpático e amigo da prof. Cláudia. Vlad nos acompanhou em todos os dias da viagem, sempre paciente e atencioso nos mostrando os pontos mais bonitos e menos conhecidos do Rio.

Almoçamos no Boteco Informal, um barzinho boêmio em plena Av. Nossa Senhora de Copacabana. Serviços impecáveis, super recomendado. Tem também um gurjão de peixe panga que é dos deuses – e olha que eu não sou fã de peixe!

483328_548534335176840_2108243940_n
Lá no Boteco Informal eu pirei quando vi vendendo o sorvete da Skol. Vi algumas postagens no Facebook, mas pensei que era fruto da imaginação da galera. Quando postei a foto no Face muitas pessoas ficaram curiosas quanto ao sabor e é basicamente um sorvete de creme com um leve toque de cerveja. No começo é até gostoso, mas depois fica super enjoativo – principalmente se você deixar derreter um pouco. Valeu a experiência!

528163_606837902677200_625161259_n
Em algum dos dias à noite fomos a Feira de São Cristóvão, uma feira gigante e famosa de produtos nordestinos. Jantamos muito bem e ainda comprei o guaraná Jesus, famoso e de origem maranhense e que eu, particularmente, tinha curiosidade para experimentar, mas detestei. Por ser muito muito muito doce, achei enjoativo, mas claro, isso é muito relativo, por exemplo, a Fê minha cunhada adorou. Vai entender né? RS.

1724_606839162677074_1403683684_n
E para não dizer que não fizemos programinha de turista, fomos ao Cristo e a Lapa. São lugares muito legais de estar, porque você esbarra com pessoas do mundo inteiro. Sem contar que a vista do Rio lá do Cristo é muito linda. Quanto a Lapa, gostaria de ter ficado mais tempo, mas estávamos muito cansados para encarar uma night carioca. Fomos ao Brazooka, um barzinho super charmoso e com atendimento impecável também. O Brazooka é bem diferente dos bares que tem aqui em Campinas, têm vários andares, sala de jogos e toda uma “áurea” de malandro carioca. Toca samba e eu gosto, embora não conheça muito, acho super cara de Rio de Janeiro.
Na Lapa tem vários outros barzinhos que são super badalados e de diversos preços, agradando a todos os públicos. Eu tinha curiosidade de ir ao Rio 40 graus, mas fica para a próxima – dizem que é uma fortuna!

734421_606837382677252_1077096647_n
No penúltimo dia de viagem fomos de balsa até Niterói. Vinte minutos numa balsa super moderna e confortável pela bagatela de 3 reais e alguns quebradinhos. Em Niterói nos despedimos do Vlad e encontramos com o Fábio, outro amigo da prof. Claudia, que por sinal, ela fez viajando pelo mundo também. Fábio super atencioso, nos levou a pontos turísticos de Nikiti num passeio super bonito. Levou a gente ao Museu de Arte Contemporânea – MAC – eu queria muito ter entrado, mas não tínhamos tempo disponível. Mesmo assim foi uma experiência especial. Sempre achei o MAC com uma arquitetura maravilhosa e por isso gostaria muito de conhecer. Tudo bem, não foi como um sonho realizado, mas me senti tão feliz quanto.

24271_606840689343588_709353413_n

66877_606840849343572_170852838_n
Ainda em Nikiti fomos a Noi Cervejaria Artesanal. Assim como todos os bares e restaurantes que fomos ao Rio, esbanjava charme. Sob uma decoração que mixava rusticidade e sofisticação, comemos uma batata com bacon e cheddar de pirar o cabeção. Claro, experimentamos todas as cervejas da marca. Tinham umas muito diferentes, como com café, com chocolate e etc, que não gostei muito. Mas eu trouxe algumas unidades de Bionda Oro para casa e foi aprovada pelo sogro, meu namorado e meus pais.

165424_606841089343548_1248744079_n

306079_548545775175696_1147271652_n

 

Por mim, mas igualmente divertido, no último dia de Rio aconteceu na praia de Copacabana à corrida com o Usain Bolt, um atleta medalhista reconhecido no mundo todo. Foi muito rápido, estava muito calor, mas foi legal e importante saber que estávamos num evento que tinha a atenção de quase todo o país.

425147_606841352676855_2074949622_n

Um dia volto ao Rio para me dedicar mais aos bares da Lapa e para desbravar melhor os restaurantes. Nada de praia e Pão de Açúcar – não vejo a menor graça!
E vocês, já foram ao Rio?
Próximo destino já está definido. A companhia é mais do que especial, o que por si só já tornará a viagem inesquecível. Curitiba sorria, porque eu e o Du chegaremos em poucos dias! Conto depois aqui.

Deixe uma resposta